A IMPORTÂNCIA DE UMA VISÃO OPERACIONAL NO PROJETO DE UM NOVO EMPREEENDIMENTO HOTELEIRO

A IMPORTÂNCIA DE UMA VISÃO OPERACIONAL NA CONCEPÇÃO DO PROJETO DE UM NOVO EMPREEENDIMENTO HOTELEIRO


Quais são os principais cuidados que o novo investidor deve ter na concepção do projeto de um novo hotel indepedente?


O primeiro passo se dá bem no início, depois da aquisição do terreno, no desenvolvimento da planta-baixa. Nessa etapa, o investidor já deveria contar com a consultoria operacional. Assim, já evitaria os gastos desnecessários, a planta já seria concebida dentro da visão de um projeto operacionalmente viável. Isso significa conceber o projeto pensando em como a operação vai acontecer. Existem muitas empresas de arquitetura hoje especializadas em projetos para construção de hotéis e algumas já contam com a consultoria operacional.

Os arquitetos em geral são muito criativos, verdadeiros artistas, fazem coisas lindíssimas. Mas, o ideal é poder limpar e fazer a manutenção de tudo isso sem gastar o dobro de tempo nem gastar uma fábula de dinheiro. Se pensda antes da construção, a manutenção com certeza ficará mais barata. Isso significará para o investidor um ganho significativo na produtividade das equipes operacionais lá na frente. Se o projeto não tiver esse alinhamento, é certo que haverá perdas, que podem ser desde uma baixa produtividade até a insatisfação do cliente/hóspede por algum serviço que pode ter a sua logística comprometida em função do projeto.

Há outros aspectos que também devem ser considerados da abertura de um novo empreendimento e de preferência também contar com uma consultoria operacional, como a escolha dos itens que irão compor a UH até os produtos químicos para limpar e higienizar. Uma área que merece muita atenção são os tecidos de revestimento e uniformes. Esses são itens que não serão trocados tão rapidamente e devem ser feitos com fornecedores que garantam a reposição de tecidos do mesmo padrão.

Todos os produtos que compõe a UH devem ter a sua especificação (ficha técnica) para facilitar a reposição em caso de danos ou perdas. Para um melhor aproveitamento dos espaços, alguns empreendimentos novos já estão montando os apartamentos quase na totalidade com duas camas de solteiro, uma cama articulada e capa pillow. Essa é uma maneira versátil de transformar a UH em diversas configurações rapidamente. A facilidade de transformar um apartamento com cama de casal em dois solteiros ou triplo é extremamente prático para a equipe de governança.

A boa escolha do enxoval é outro item de grande importância. Há empreendimentos de luxo que o investimento só no enxoval chega a R$ 2 milhões. Na escolha do enxoval de cama, o que se deve priorizar além da durabilidade é o conforto e praticidade para lavar e passar.
A lavanderia que vai processar esse enxoval, se não for própria, também deve ser muito bem escolhida. A manutenção do enxoval tem um custo muito alto e a vida útil das peças, assim como a sua qualidade, estão diretamente associados ao uso, manuseio e higienização.

Desta forma, dar especial atenção às necessidades operacionais na fase de elaboração do projeto de arquitetura e no planejamento do empreendimento, pode ajudar a se obter maior eficiência e produtividade das equipes depois da implantação.

Maria José Dantas ? Presidente Nacional da ABG.

 

Maria José Dantas
Presidente da ABG - Associação Brasileira de Governança
Diretora da Governança.com Consultoria e Treinamento
www.governanca.com
mjdantas@governanca.com
Praia de Botafogo, 501 / 1º andar
CEP: 22250-040 / Botafogo - Rio de Janeiro
Tel: (21) 2586-6060 (21) 9500-9726

 

 Voltar        Envie para um amigo        Imprimir        Outras Dicas