O Francês L’Amitié traz menu tradicional e atmosfera delicada para o dia das mulheres

O Francês L’Amitié traz menu tradicional e atmosfera delicada para o dia das mulheres
Por Glaucia Balbachan

Especial mês da Mulher

Dia 08 de março é o dia das Mulheres e para comemorar a data, o Empratado vai direcionar durante todo o mês, locais com toque feminino, atmosfera romântica e pratos delicados. Para começar escolhemos a cozinha francesa do Chef Yann Corderon, do bistrô L’Amitié.

A França por ser o berço da gastronomia sempre influenciou outras gastronomias e chefs de cozinha. Ela cria o ritmo. E com o terroir de cada região, sempre se destaca por explorar o que há de melhor na terra e no mar. É a fusão do simples, leve e sofisticado. Não há quem resista.

Com dois anos e meio de funcionamento, o L’Amitié é uma das casas mais encantadoras que conhecemos. A proposta de montar o bistrô partiu da idéia de trabalhar com cozinha de tradição. “Um tempo atrás se via muitos bistrôs abrindo em São Paulo. Eu como sou francês, não via pratos originais da minha terra nesses locais - eram repaginações. Por isso, senti a necessidade de abrir um bistrô com comida provida de essência francesa, decoração e música que se aproximasse do original”, conta o chef Yann Corderon.

O perfil das pessoas que frequentam a casa francesa no Itaim é variado. Casais e grupos de amigos ocupam as mesas do bistrô durante a noite. Domingos na hora do almoço ficam por conta das famílias - (a casa oferece cardápio especial para crianças). O local é divido em três distintos ambientes: o salão principal composto por sofás e mesas com flores, espelhos, luz baixa e sofisticação com ares parisiense. Depois uma confortável e elegante sala reservada para grupo de amigos poderem degustar o menu tomando vinho e na parte externa - terraço de madeira escura com pequenos spots de luz pendurados no teto e parede de pedras rústicas dando um ar provençal e armando um ambiente romântico e aconchegante - Perfeito para as noites quentes!

O processo de criação para chegar no resultado do menu da casa - segundo o chef Yann - vem de seu feeling. “Eu costumo dizer que tenho momentos que começo a namorar alguns produtos. Penso no calor, penso no que gostaria de comer, penso no que o cliente gostaria de comer e logo, me coloco no lugar dele e começo a desenvolver - é meio sentimental, particular - nisso eu começo a imaginar a composição dos pratos. Para eu montar um menu é necessário emoção e sensibilidade”, menciona o Chef do L’Amitié.

Envolvido e apaixonado pela gastronomia desde 1987, Yann passou pela área de confeitaria, açougue e acabou se encontrando na cozinha de restaurante. A ideia de transformar produtos oferecidos pela natureza em pratos, sempre o atraiu. “Minha profissão é um hobby também - eu me encontro na cozinha”, finaliza o chef e proprietário do bistrô.

Começamos com o Stake Tartar - de apresentação impecável, a tradicional refeição francesa é leve, equilibrada na cor, textura e consistência. (Filet mignon cru cortado na ponta da faca - guarnecido de batatas rústicas e folhas verdes) - R$ 42,00. Em seguida, nos chegou a mesa, um delicado e aromático prato de lulas inteiras e grelhadas no azeite, acompanhas de capellini, alcachofras, pimenta dedo de moça, tomates frescos e ervas de provance - C’est superb! - Calamars grillês aux artichauts (nouveauté) - R$ 48,00. E para fechar, a mais feminina das sobremesas - o aveludado Crème Brulée (nouveauté) - creme a base de ovos, creme de leite e baunilha e caramelizado com o maçarico. R$ 16,00.

Casa charmosa com atmosfera romântica, cardápio clássico de raiz, presença de paixão nos pratos e boa recepção. Foi a primeira visita de muitas outras que virão. Feliz dia das Mulheres e Bon appetit!

Serviço:
L’Amitié Restaurant
Rua Manuel Guedes, 233 - Itaim Bibi/ SP
Tel: (11) 3078-5919
www.lamitie.com.br
Fotos: Márcio Palermo (Estúdio Pavão)
Bruno Pavão - www.brunopavao.com.br
http://pavaophoto.wordpress.com

 

Glaucia Balbachan
Jornalista e pesquisadora na arte do “bem comer”, pós-graduada em jornalismo gastronômico pela FAAP/ SP. Com espírito inquieto e de “disciplina Escoffiana”, ela não para nunca! Está sempre nos cafés, bares, restaurantes, bistrôs, pubs e confeitarias da cidade, para conferir e experimentar novos sabores, descobrir novas composições e pratos clássicos com apresentação repaginada. Tudo isso para contar um pouco do que acontece no universo gastronômico de São Paulo.
glauciabalbachan@uol.com.br

 

 Voltar        Envie para um amigo        Imprimir        Outras Dicas