Dicas para seu hotel fazer parte da sustentabilidade

fiogf49gjkf0d

Dicas para seu hotel fazer parte da sustentabilidade
Por Mario Cezar Nogales

Convenhamos cá entre nós, a palavra da moda é sustentabilidade e o que realmente ela vem a ser?

Consultando alguns especialistas no assunto, não passa de uma nova roupagem para a palavra ecologia (que saiu de moda), porque, afinal de contas, a moda é tudo e como nosso comportamento mais se parece o de ovelhas (quando uma vai as outras vão atrás) a maioria não está nem ai para o significado da palavra, o que ela abrange e quais as consequências boas ou ruins da utilização da mesma e se esquecem do fundamental.

Hoje SUSTENTABILIDADE é o que ECOLOGIA foi e o que ECONOMIA nunca deixou de ser: ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS ESCAÇOS!

Ao fazer uma busca no dicionário a resposta completa não virá porque o dicionário acompanha o sentido modal da palavra e não o seu significado real e para isto temos vários exemplos da utilização errada proposital de significados, quer um exemplo: homofobia (homo = igual / fobia = pavor) logo a palavra significa pavor dos iguais (assim como aracnofobia = pavor de aranhas).

Economia é a ciência social que estuda a produção, distribuição e consumo de bens e serviços. Ela estuda as formas de comportamento humano resultantes da relação entre as necessidades dos homens e os recursos disponíveis para satisfazê-las. Assim sendo, esta ciência está intimamente ligada à política das nações e à vida das pessoas, sendo que uma das suas principais funções é explicar como funcionam os sistemas econômicos e as relações dos agentes econômicos, propondo soluções para os problemas existentes. (FEA-USP).

Do Latim Oeconomia, do Gergo OIKONOMIA, “administração de uma casa”, de OIKOS, “casa”, mais NOMEIN, “gerenciar, colocar em ordem” é de fato o que é economia.

Ecologia é um conceito que a maioria das pessoas já possui intuitivamente, ou seja, sabemos que nenhum organismo, sendo ele uma bactéria, um fungo, uma alga, uma árvore, um verme, um inseto, uma ave ou o próprio homem, pode existir autonomamente sem interagir com outros ou mesmo com ambiente físico no qual ele se encontra. Ao estudo dessas inter-relações entre organismos e o seu meio físico chama-se Ecologia.

Mas, para termos uma definição histórica: “Pela palavra ecologia, queremos designar o conjunto de conhecimentos relacionados com a economia da natureza - a investigação de todas as relações entre o animal e seu ambiente orgânico e inorgânico, incluindo suas relações, amistosas ou não, com as plantas e animais que tenham com ele contato direto ou indireto, - numa palavra, ecologia é o estudo das complexas inter-relações, chamadas por Darwin de condições da luta pela vida”. Foi assim que Ernest Haeckel, em 1870, definiu ecologia. (do site da USP)

Sua vertente etimológica é de uma palavra que deriva do grego, onde “oikos” significa casa e “logos” significa estudo.

Sustentabilidade trata-se de um conceito sistêmico, ou seja, ele correlaciona e integra de forma organizada os aspectos econômicos, sociais, culturais e ambientais da sociedade. A palavra-chave é continuidade — como essas vertentes podem se manter em equilíbrio ao longo do tempo.
Quem primeiro usou o termo foi a norueguesa Gro Brundtland, ex-primeira ministra de seu país. Em 1987, como presidente de uma comissão da Organização das Nações Unidas, Gro publicou um livreto chamado Our Common Future, que relacionava meio ambiente com progresso. Nele, escreveu-se pela primeira vez o conceito: "Desenvolvimento sustentável significa suprir as necessidades do presente sem afetar a habilidade das gerações futuras de suprirem as próprias necessidades". (Luiz Carlos Cabrera: professor da Eaesp-FGV)
Etimologicamente sustentabilidade vem de “sustentável”, de “sustentar”, do Latim SUSTINERE, “aguentar, apoiar, suportar”, de SUB-, “abaixo”, mais TENERE, “segurar, agarrar”. O sufixo -dade (não “-bilidade”) é do Latim -ITAS, formador de substantivos abstratos derivados de adjetivos.

Então temos o seguinte: ECONOMIA é Administração de seu hotel, ECOLOGIA é o estudo de seu hotel e SUSTENTABILIDADE é o que apoia e suporta o seu hotel, assim sendo:
RECICLAGEM é uma atitude ECONÔMICA
CONSERVAR AGUA E ENERGIA é uma atitude ECOLÓGICA
O QUE VOCÊ FAZ PARA MANTER SEU HOTEL PARA AS FUTURAS GERAÇÕES É UMA ATITUDE SUSTENTÁVEL

Ter um hotel sustentável é ter um empreendimento hoteleiro que viva pelo menos 200 anos, este hotel tem que ser necessariamente centenário e que seja, futuramente, administrado por seus bisnetos, trinetos, tetranetos. E para isto, ai vão algumas dicas de sustentabilidade:

1) Tenha enraizado no seu empreendimento a Missão de seu hotel: "Uma empresa não se define pelo seu nome, estatuto ou produto que faz; ela se define pela sua missão. Somente uma definição clara da missão é razão de existir da organização e torna possíveis, claros e realistas os objetivos da empresa." (Peter Drucker).

2) Tenha em foco a Visão de seu hotel: “os grandes navegadores sempre sabem onde fica o norte. Sabem aonde querem ir e o que fazer para chegar a seu destino. Com as grandes empresas acontece a mesma coisa: elas têm visão. É isso que lhes permite administrar a continuidade e a mudança simultaneamente.” (James Collins e Jerry Porras).

3) Mantenha os Planos táticos e operacionais em dia: “o problema fundamental das empresas atualmente é o fato de não distinguirem entre planejar e "estrategizar". Planejar tem que ver com programar, não com descobrir. Planejar é para tecnocratas, não para sonhadores. Dar aos planejadores a responsabilidade de criar a estratégia é como pedir a um pedreiro que crie a Pietà de Michelangelo.”(Gary Hamel).

4) Faça com que a Filosofia do Gerenciamento de Receitas seja uma prática: O Gerenciamento de Receitas ou mais conhecido como Revenue Management ou simplesmente RM é uma filosofia de gestão que gerou uma ferramenta de administração tão antiga em seu conceito e tão moderna em sua pratica que se tornou indispensável na administração hoteleira. Com esta ferramenta é possível atingir: a) Aumentar a eficiência e precisão de seus faturamentos, b) Melhorar os procedimentos de arrecadação financeira, c) Melhorar os serviços prestados a hospedes, d) Adaptar soluções para necessidades específicas, e) Acessar rapidamente todos os dados históricos para cada conta de cliente, f) Reduzir dívidas e pendências.

5) Mantenha a alta hospitalidade de seu hotel: A hospitalidade é antes de qualquer coisa uma disposição da alma, aberta e irrestrita. Ela, como o amor incondicional, em princípio, não rejeita nem discrimina a ninguém. É simultaneamente uma utopia e uma prática. (Leonardo Boff).

6) Mantenha a alta qualidade de seu hotel: A qualidade de seu hotel está intrinsicamente ligado ás perspectivas geradas pelos hospedes através de vários quesitos subjetivos e divulgados pelo próprio hotel.

7) Cuide para que seus colaboradores tenham suas expectativas individuais atendidas: “o homem é motivado segundo suas necessidades que se manifestam em graus de importância onde as fisiológicas são as necessidades iniciais e as de realização pessoal são as necessidades finais. Cada necessidade humana influencia na motivação e na realização do indivíduo que o faz prosseguir para outras necessidades que marcam uma pirâmide hierárquica.” (Maslow).

8) Viva e deixe viver: como intelectual e escritor tenho em meu conceito que todos, sem exceção, são bons por natureza, nesta mesma ordem, todos, sejam colaboradores, pares ou superiores fazem o que fazem sempre em busca da melhor opção, seja administrativa, econômica, ecológica ou sustentável em primeiro para sí e após para outrem, logo, não existem pessoas más, o que existem são expectativas que você mesmo criou sobre outra pessoa e que não foram atendidas.

 

Mario Cezar Nogales
Diretor da SN Hotelaria Consultoria Especializada
Instituto de Gestão Hoteleira para a ampliação de seus conhecimentos e a Aquia Hotéis -Administradora com foco diferenciado de todas as outras administradoras.
Tel.:(11) 2081-1853 / 9 8135-0888
www.snhotelaria.com.br
mario@snhotelaria.com.br

 

 Voltar        Envie para um amigo        Imprimir        Outras Dicas