Dunamis Vinhos e Vinhedos conquista cinco medalhas de ouro em um único concurso.

Cinco rótulos da Dunamis foram premiados na Grande Prova Vinhos do Brasil o júri foi comandado por Marcelo Copello

Espumante Nature branco, Espumante Brut Rosé Charmat, Espumante Brut Rosé Champenoise, Espumante Moscatel e Vinho Pinot Grigio foram premiadas por júri comandado por Marcelo Copello, ele que é um dos principais formadores de opinião da indústria do vinho no Brasil, com expressiva carreira internacional. A Grande Prova Vinhos do Brasil é o maior e mais respeitado concurso de vinhos disponíveis no mercado, referência no Brasil e exterior.

Este é um dos mais importantes eventos da indústria do vinho brasileiro que aconteceu de 23 a 26 de outubro no Rio de Janeiro. Este ano 827 amostras foram avaliadas às cegas por um time internacional de renomados jurados. Muitos restaurantes e hotéis fazem suas cartas baseados nos resultados deste concurso e o consumidor os usa para suas confrarias e eventos.

O júri, comandado por Marcelo Copello, contou com grandes especialistas do Brasil e do exterior. Eugenio Lira, presidente da Associação de Enólogos do Chile, foi um dos convidados especiais.

Para o diretor da Dunamis Celso Gromowski, “o consumo de vinhos nacionais está crescendo e o resultado dessa grande prova é importante para validar o produto que estamos elaborando. Quem já conhece nossos rótulos já sabe da sua qualidade esta premiação vem consolidar o que estamos desenvolvendo. Esta premiação dá um caminho perfeito para quem quer apostar em rótulos nacionais” Em menos de dois meses a Dunamis arrebatou oito premiações importantes no cenário brasileiro e isto nos alegra”.

Vinicius Cercato, enólogo da Dunamis Vinhos e Vinhedos, apontou “em um curto espaço de tempo arrebatar estas premiações nos deixa muito lisonjeados e nos compromete em seguir desenvolvendo cada vez mais a qualidade dos nossos rótulos. Nosso trabalho inicia lá nos vinhedos e encerra quando o consumidor final aprova o que consome. Cercato, aponta também que o solo é fundamental na produção de uvas diferentes, para depois conseguirmos desenvolver os mais diversos cortes. Cercato explicou como funcionou esta premiação “os rótulos inscritos podem se classificar como medalha de ouro para os melhores vinhos, prata e bronze conforme pontuação. Já o campeão é o melhor vinho da categoria da qual ele foi inscrito. No nosso caso o espumante Ar brut rosé foi eleito o melhor na categoria Espumante Charmat Rosé. O que nos envaidece muito pela qualidade e seriedade da premiação”.

Anuário de Vinhos do Brasil:

O resultado consolidado de todas as categorias será publicado no Anuário Vinhos do Brasil 2018, junto com o panorama do setor, tradicionalmente divulgado no início do ano. A nova edição apresentará versão digital, que facilitará a consulta pelos consumidores, que vão poder acessar as informações através do celular, tablet e computador, podendo ainda obter mais detalhes sobre as regiões, IG’s (Indicações Geográficas), DO’s (Denominação de Origem), entre outras.

Premiação e Evento:
A cerimônia de entrega dos prêmios aos produtores será realizada no dia 23 de novembro no Hotel TRI Flores da Cunha, apoiador do evento no Rio Grande do Sul.

Outro evento que faz parte da premiação será realizado nos dias 8, 9 e 10 de dezembro no Mercado de Produtores no Uptown-Barra, no Rio de Janeiro, onde o público poderá provar e adquirir as garrafas premiadas. O evento contará ainda com uma Master Class para a imprensa no dia 8, com prova comentada de vinhos de destaque do concurso.

Jurados

Foram 23 jurados responsáveis por avaliar as amostras inscritas. O júri foi composto por profissionais da área, como enólogos, sommeliers, jornalistas, professores, gerentes da A&B.

Entre os profissionais, estão: Marcelo Copello, presidente do júri, Grupo BACO Multimídia; Sergio Queiroz, Grupo BACO Multimídia; Eugenio Lira, Presidente da Associação de Enólogos do Chile; Danio Braga – chef e sommelier, fundador da ABS Brasil; José Luiz Pagliari, professor do SENAC-SP e diretor da SBAV-SP; Luiz Cola – jornalista da Gazeta de Vitória; Ricardo Farias – Diretor da ABS-Rio; Celio Alzer – Professor da ABS-Rio; Maria Helena Tahuata, vice-presidente da ABS-Rio; Homero Sodré, consultor de vinhos; Jocelyn Sodré, professora de vinhos da Universidade Estácio de Sá; Roberto Rodrigues, diretor da ABS Rio; Ramon Justino, Sommelier bi-campeão do RWFF 2015 e 2017; Wallace Neves, Sommelier campeão do RWFF 2016; João Pedro Lamonica, Sommelier campeão do RWFF 2013; Giancarlo Pochettino, Gerente de A&B da Rede Windsor; Marcelo dos Santos, Sommelier do Mr Lam; Rodrigo Moura, Sommelier e diretor da ABS-Rio; Joseph Morgan, diretor da ABS-Rio; Paulo Decat, diretor da ABS-Rio; Raphael Zanon, Sommelier do Satyricon; Eduardo Ferreira, Sommelier do Fasano e Gabriela Poletto – enóloga, do Ibravin.

Apoio

O evento contou com o apoio do Ibravin, SEAPI (Secretaria de Agricultura, Pecuária e Irrigação do Rio Grande do Sul), Hotel Vila Galé, Hotel TRI Flores da Cunha, além de apoio institucional das seguintes entidades: SindiVinho, Aprovale, Acavitis, Agavi, Apromontes, Vinhos da Campanha e ABS-RJ.


Divulgação: Mercatus Comunicação

 Voltar        Envie para um amigo        Imprimir        Outras novidades