Importância do projeto sanitário de ambientes de processamento de alimentos

Um projeto é fundamental para que sejam estudadas as possibilidades e melhores soluções que ajudarão a manter os ambientes de processamento de alimentos sem água acumulada. Isso irá contribuir de maneira definitiva para a higiene do local e a segurança dos alimentos. Outro ponto a ser levado em conta no projeto é o custo de manutenção e limpeza, que pode ser minimizado.

Para se ter uma ideia, a legislação brasileira estabelece rigorosos padrões. O local que serve de abrigo de alimentos deve ter pisos e paredes de revestimento resistente, impermeável e lavável, com acabamento liso. O piso deve ser inclinado, com caimento indicando para canaletas. E ainda: deve possuir sistema de drenagem com ralo sifonado provido de tampa que permita a sua vedação.

A higienização é um procedimento interno. Deve conter as etapas de limpeza e desinfecção. Na etapa da limpeza, deve ser feita a remoção de sujidades. Na desinfecção, é preciso fazer uma sanitização com o objetivo de reduzir a carga microbiológica a níveis aceitáveis.

“Um sistema de operação eHciente e custo compatível para limpeza e sanitização de ambiente, equipamentos e utensílios passa por estabelecer quais as etapas necessárias para este intuito. Produtos saneantes, equipamentos auxiliares (máquinas de lavar, escovões, etc.) e mesmo um bom treinamento podem ser menos eficientes sem a drenagem adequada. Já tivemos que enfrentar áreas de produção em que os ralos retornavam água com residuos, infectando o ambiente, entre outros problemas de projeto e execução de obras”, explica Marco Amatti, membro Prohssional do FCSI e CEO da MAPA Assessoria.

O calor pode ser utilizado com a etapa de desinfecção. Porém, seu uso é muito limitado em espaços abertos. Aliás, essa é uma exigência de segurança para quem opera os equipamentos. Amatti esclarece ainda que é preciso planejar o espectro de ação. As bactérias desenvolvem processos de adaptação ao ambiente, quando ele se torna impróprio para a sobrevivência. Exemplos disso são as formações de biofilme ou esporos.

Fonte: Infood

 Voltar        Envie para um amigo        Imprimir        Outras novidades