Equipotel 2022 – Hospitalidade para pets avança como critério para escolha de hotéis e restaurantes

Hospitalidade para pets avança como critério para escolha de hotéis e restaurantes – Credito – Alvan Nee – Unsplash

 

Tutores cada vez mais valorizam serviços e experiências que contemplam facilidades para animais de estimação, o que abre oportunidades de negócios

De acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (ABINPET), o Brasil tem mais de 139 milhões de pets, sendo 54,2 milhões somente cães. Em um universo de oportunidades de negócios, a hospitalidade vem ganhando força, já que um número cada vez maior de tutores tem pesado questões de hospitalidade com os bichinhos na hora de fechar viagens, escolher hotéis, restaurantes e outras experiências.

Para Daniel Pereira, gerente da Equipotel, maior feira de hospitalidade da América Latina, o mercado precisa estar atento às rápidas mudanças de um movimento que não para de crescer. “A pandemia fez com que muitas pessoas adotassem animais para companhia durante a fase de isolamento, mas esta relação extrapola às residências com o desejo de compartilhar momentos com os bichos fora de casa também e as indústrias, da hospedagem ao entretenimento, precisam se adaptar”, explica.

Esta adaptação servirá não só para o atendimento da demanda, mas para atrair mais clientes e, consequentemente, mais receitas com uma faixa aberta a experiências. Segundo levantamento do Instituto Pet Brasil, o faturamento do setor atingiu R$ 51,7 bilhões em 2021, 27% a mais do que no ano. “Locais pet friendly passaram a ser mais que um desejo, uma necessidade. Hotéis e restaurantes, por exemplo, apostam em receber os pets com mimos especiais que não só oferecem conforto, mas tornam a permanência mais saudável e agradável”, conta Mariana Castro especialista em lifestyle PET, blogueira e empresária no It Pet Shop.

E basta uma volta pelas cidades para verificar que o comportamento em comércios e áreas coletivas tem mudado porque as pessoas passaram a sair mais com seus pets e para os mais diversos lugares. Assim, as lojas de materiais de construção já disponibilizam carrinhos adaptados; supermercados contam com espaços onde os pets podem ficar enquanto os tutores fazem compras; os shoppings passaram a preparar estruturas e equipes de segurança e limpeza.

Se por um lado não há dúvidas de que este é um movimento que só cresce, por outro é preciso foco em oferecer soluções genuínas, entendendo os tipos de pets mais comuns entre os clientes ou os que os estabelecimentos recebem com maior frequência.  “Normalmente, os cães passeiam mais. Gatos e outros pequenos animais, como coelhos, porquinhos da Índia e furões até podem, desde que em bolsas de transporte adequadas, mas não é o programa favorito”, reforça a especialista.

 

Movimento

Mariana Castro explica que, mais do que uma solução ou outra, a própria hospitalidade para pets é uma tendência. “Os kits de boas-vindas são um bom termômetro. Itens de higiene para pequenos acidentes fisiológicos, caminhas, comedouros, bebedouros, comidinhas e brinquedos estão entre os mimos mais comuns. Alguns hotéis, totalmente adaptados e realmente pet friendly, vão ainda mais longe com amenidades para banho e secagem pós-passeio, por exemplo”, finaliza.

 

Vitrine de oportunidades

Para quem trabalha com a arte de receber bem, a próxima edição da Equipotel, marcada para setembro, promete conectar a indústria às novas necessidades de consumo, justamente como a demanda pet friendly. A feira é reconhecida por concentrar marcas dos principais setores da hospitalidade e configura o ambiente perfeito para a descoberta de fornecedores e soluções para impulso e diferenciação no mercado. Saiba mais em: www.equipotel.com.br

 

SERVIÇO:
59ª Equipotel
Data: 13 a 16 de setembro de 2022
Horário: das 13h às 20h
Local: São Paulo Expo – Rodovia dos Imigrantes, km 1,5

Divulgação: kbcomunicacao.com.br

Os comentários estão desativados.

Mais Notícias



VOLTAR